Biografia de Michelle Obama

Nascida em Chicago, no estado norte-americano de Illinois, Michelle LaVaughn, mais conhecida como Michelle Obama, foi a primeira dama dos Estados Unidos de ascendência afro-americana. Juntamente com seu marido, o ex-presidente Barack Obama, chegaram à Casa Branca em 2009 e a partir daí realizaram um interessante número de transformações e reformas que lhes permitiram retirar-se do poder com uma imagem altamente positiva e sendo reconhecidos mundialmente.

Excelência a serviço do sucesso

Michelle fez parte de uma família trabalhadora de Chicago. Seus pais foram empregados em várias empresas e educaram tanto ela como seu irmão com muito esforço, dedicação e trabalho para conseguir o que queriam. Desde sempre Michelle mostrou interesse pelos estudos e aperfeiçoou-se para ser distinguida em sua especialidade.

Apesar de ter estudado sociologia e se especializado em estudos afro-americanos, começou sua vida profissional como advogada em uma grande empresa graças à época que esteve em Princeton e por seus excelentes resultados. Ali conheceria quem seria seu futuro marido e futuro presidente dos Estados Unidos.

Desde jovem se interessava em participar da política e junto com Barack se filiaram ao Partido Democrata norte-americano, sendo testemunhas diretas da chegada de Bill Clinton ao poder e seu posterior desgaste. Foi em 2008 que seu marido começou a consolidar-se como possível candidato à presidência e no final desse mesmo ano se tornou o primeiro presidente negro do país.

As transformações a um papel estruturado e vazio de significado

Historicamente, a participação das primeiras damas norte-americanas se limitava a atos formais de protocolo e para acompanhar os presidentes em cumprir suas mais variadas tarefas e agendas. No entanto, o caráter determinado, o carisma e a empatia com os mais humildes foram sempre a marca registrada de Michelle, por esta razão, quando chegou ao cargo de Primeira-dama, usou esse poder para ajudar a transformar não só a realidade de muitas pessoas, mas também a forma de pensar de cada um.

Entre suas realizações mais importantes, podemos mencionar seu constante desejo de aproximar-se dos grupos mais vulneráveis da sociedade, visitando lares e realizando importantes tarefas de acompanhamento e empoderamento. Ao mesmo tempo, desenvolveu uma importante campanha de conscientização sobre a necessidade de uma alimentação mais saudável em um país com profundos problemas de obesidade infantil. Além disso, iniciou um luta própria pelos direitos das mulheres tanto em seu país como internacionalmente.

Quando se retirou do cargo, em 2017, tanto Michelle como Barack, tiveram um índice de aprovação e reconhecimento poucas vezes visto na história dos Estados Unidos.

Imagens Twitter MichelleObama

> Proximo >>>

Buscador