Biografia de Maquiavel (1469-1527)

Todo estudante de ciências políticas sabe que a teoria e a realidade no âmbito da política têm dimensões diferentes. Esta ideia pode ser aprendida de muitas maneiras, mas há uma que é especialmente instrutiva: a leitura de Maquiavel, O Príncipe.

Seu autor morreu há quase quinhentos anos, mas seu nome está muito presente no vocabulário atual, pois todos nós falamos de maquiavelismo quando nos referimos a uma pessoa astuta e capaz de qualquer estratégia para alcançar seus propósitos.

Sua vida transcorreu entre as intrigas do poder

Nicolau Maquiavel nasceu em Florença, em 1469, dentro de uma família abastada e culta. Sua primeira escritura conservada foi uma carta datada em 1497 e dirigida ao cardeal da cidade de Perugia.

Ao longo de sua vida participou de todos os tipos de missões diplomáticas a serviço da República de Florença, um estado que se encontrava permanentemente ameaçado pelas mais variadas nações europeias.

Em sua vida diplomática manteve contato com vários papas e fez relatórios sobre a situação da Alemanha, da França e da Espanha. Também conheceu o fracasso, pois foi acusado de traição e durante meses teve que permanecer na prisão e suportar a tortura. Trabalhou para uma das grandes famílias do Renascimento Italiano, os Médicis.

Era apaixonado pelas figuras históricas de sua época, como César Borgia e Fernando, o Católico. Tudo isso lhe permitiu compreender o autêntico curso invisível da política.

Em sua vida pessoal teve um golpe de sorte que lhe permitiu pagar suas dívidas e levar uma vida tranquila

Depois de resolver um conflito trabalhista relacionado aos trabalhadores do setor de lã, estes lhe gratificaram com uma grande importância em dinheiro e assim comprou um bilhete da loteria que saiu premiado com 20.000 ducados.

A partir desse momento, dedicou-se a uma intensa atividade intelectual. Nicolau Maquiavel faleceu em 1527 aos 58 anos de idade. Foi enterrado na igreja de Santa Croce em sua cidade natal. Seus contemporâneos não prestaram muita atenção no seu trabalho e seu legado começou a ser reconhecido após séculos de sua morte.

O que podemos encontrar em "O Príncipe"?

Nesta obra Maquiavel pretendia divulgar os mecanismos do poder político a partir de uma perspectiva realista e sem nenhum propósito moralizador. "O Príncipe" foi elogiado por grandes líderes e é considerado um dos mais valiosos tratados políticos da história.

Em suas páginas, encontramos ensinamentos sobre a separação do poder político e da igreja, as chaves da permanência no poder e como manter a população sobcontrole.

Para Maquiavel, todo governante deve ser respeitado e temido ao mesmo tempo e acredita que o governo mais eficaz é aquele que sabe combinar três aspectos fundamentais: que os cidadãos se sintam seguros, que haja estabilidade no conjunto da sociedade e que a propriedade privada seja respeitada.

> Proximo >>>

Fotolia. (em ordem de apariçâo)
Juulijs / Composer


Buscador