Biografia de José de Nazaré

Foi pai sem ser pai de alguém que viria a mudar a história. Embora fosse um personagem secundário de certa forma na Bíblia, sem dúvidas foi importantíssimo para desempenhar um papel tão destacado na futura evolução do Ocidente.

José de Nazaré é, segundo a Bíblia, o marido de Maria, de quem nasceu Jesus como filho de Deus. Nada se sabe desse personagem histórico, apenas o que dizem as escrituras religiosas.

Por não saber, não se sabe inclusive quando nasceu e quando morreu exatamente, embora sua morte seja antes de Jesus começar a pregar

A imagem de São José varia em vários aspectos em cada um dos evangelhos e segundo cada autor com os dados vitais do mesmo. Entre eles, um possível casamento da qual teve filhos (os irmãos de Jesus). Alguns textos descrevem um José já maduro quando se casou com uma Maria jovem.

Quando Maria anunciou sua gravidez, José aceitou bem para o que era o pensamento da época. Segundo algumas escrituras, inicialmente não aceitou sua esposa (vale lembrar que oficialmente era virgem), pois Maria levava em seu ventre um filho que não era seu. No entanto, decidiu fazer segredo para não submetê-la ao castigo do apedrejamento.

José acolheu Jesus como seu próprio filho. Sua figura dá ao Cristianismo um exemplo de entrega a uma causa superior e de bondade

Ensinou sua profissão a Jesus que era de “artesão” e que posteriormente se tornou carpinteiro (a voz grega original tekton dá lugar a várias interpretações) Assim mesmo, sabedor da verdade sobre Jesus, permitiu que seu filho se dedicasse à meditação e ao desenvolvimento de sua vertente mística.

Esta conduta paterna e de amor desinteressado serviu como exemplo para a Igreja Medieval. Foi revelada a verdade sobre Jesus, mas a conduta de José vai além do que deveria ser um dever, sentindo verdadeiro amor por Maria e Jesus, protegendo-lhes das adversidades, inclusive sofrendo riscos pessoais, como durante a perseguição de Herodes.

Apesar de nos primeiros séculos do Cristianismo a figura de José não ter muita importância, sua adoração começa com a mística espanhola do século XVI, Santa Teresa de Jesus

Todo ramo da teologia, batizado como Josefologia, busca construir uma teoria sobre José, seu papel na Sagrada Família e seu destino. Esta mesma disciplina tem extrapolado uma linha familiar que remonta aos antepassados de José até o mítico rei David, um dos grandes monarcas da história e também personagem bíblico de Israel.

Como mencionado anteriormente, não se sabe a data da morte de José, embora as fontes bíblicas apontem que foi antes de Jesus iniciar sua vida pública como profeta.

> Proximo >>>

Buscador