Biografia de Jeremias

A tarefa do profeta ostenta hoje uma valorização imensurável, mas durante a época de ação da maioria desses expoentes religiosos não era nada boa levando em conta o cumprimento de suas missões divinas, e mais ainda, foram muito questionadas e perseguidas.

Para este profeta hebreu que viveu entre os séculos VI e VII a. C., e que era filho de um sacerdote, teve que enfrentar e suportar os ataques físicos e psíquicos mais cruéis em sua ânsia de querer realizar o plano divino atribuído para ele na terra, que era de interceder entre ele e a humanidade, falar em seu nome e aproximar o povo hebreu da revelação.

Recebeu a missão de advertir o Reino de Judá, uma mensagem dirigida especialmente aos reis Josias, Jeoiaquim e Zedequias, que receberiam a punição divina de ser atacados pelos caldeus

Mesmo que expressar contra a ação destas autoridades fosse para ele uma condenação concreta à perseguição e um eventual assassinato, nada o impediu, mas teve que suportar as mais tremendas acusações e castigos físicos cruéis, incluindo muitas de suas profecias escritas que foram queimadas em ato de absoluta falta de respeito.

O paganismo sustentado por estes monarcas, somado a práticas altamente condenáveis sob a perspectiva de Deus, como a corrupção e a violência, foram o motivo de sua raiva e o ponto culminante da ameaça à aliança.

O rei caldeu Nabucodonosor II finalmente cumpriu a advertência e derrotou o povo judeu

Todas as autoridades judaicas foram massacradas, exceto os pobres e o próprio Jeremias que foi imediatamente libertado da prisão quando os babilônios tomaram o poder e transformaram os judeus em escravos.

Por outro lado, ocupa um lugar fundamental no texto sagrado mais relevante da história, a Bíblia, sendo autor do Livro de Jeremias, os Livros dos Reis e o Livro das Lamentações.

O livro bíblico de Jeremias contém e difunde uma mensagem direta aos judeus que se encontram exilados na Babilônia após a conquista dos caldeus, explicando que isso foi resultado da desobediência e da atitude pagã dos israelitas em relação a Javé

De todas as maneiras, abre uma luz de esperança anunciando a inscrição de um novo pacto com Deus.

Apesar de todos os desagrados, sua vida foi um exemplo de amor e compromisso com Deus, por isso nunca ficou desprotegido.

Viveu uma vida muito simples, pacífica e solitária, destinada apenas para cumprir sua missão, da qual muitas vezes se sentiu derrotado e angustiado.

> Proximo >>>

Buscador