Biografia de Immanuel Kant

Quando pensamos na história da filosofia mundial é claro que o nome de Immanuel Kant surge rapidamente em nossas mentes. Este filósofo e intelectual prussiano foi o criador do idealismo, uma das correntes mais importantes da Modernidade, que serviu de grande modo para reformular muitas das estruturas de pensamento conhecidas até o momento.

Um começo humilde marcado pela moral religiosa

A história de Immanuel Kant começa no ano de 1724, na região de Königsberg, capital da Prússia até então. Hoje em dia, esta cidade permanece dentro das fronteiras da Rússia, onde podemos convir que era russo de nacionalidade. A partir daí, Emanuel faria parte de uma família humilde e trabalhadora, dedicada ao artesanato, mas especialmente a um estilo de vida simples, austero e moralmente marcado pela religião. A família Kant fazia parte da comunidade pietista, uma das formas de protestantismo mais rígidas conhecidas.

Os primeiros anos de sua vida, infância e juventude estiveram marcados por uma forte dedicação ao estudo, talvez devido à esperança de seus pais de que pudesse encontrar em tal atividade um futuro melhor e estável. Entre seus estudos, especializou-se em análises científicas, o que faria destacar-se e entrar na universidade local com apenas 16 anos. Suas primeiras pesquisas foram dedicadas à análise da natureza, à astronomia e à biologia molecular. Mas sua paixão pela filosofia começaria muito lentamente para encontrar um caminho...

O pensamento filosófico e a transformação do mundo moderno

Mesmo Kant demonstrando suas claras aptidões para o estudo da ciência, por volta de 1760, próximo de seus quarenta anos, começou a publicar seus primeiros livros relacionados ao pensamento de tipo filosófico. Muitos deles refletiam sobre questões de lógica e sobre a figura de Deus. Depois destes trabalhos, Kant passaria cerca de dez anos em quase um silêncio místico, afastando-se do trabalho docente e universitário e dedicando seus dias à reflexão íntima sobre temas que o fascinavam e o instigavam a escrever.

Somente em 1781 publicou seu texto mais importante, o que o transformaria em um dos filósofos mais influentes de toda a história: "Crítica da razão pura". Este complexo livro de centenas de páginas passou relativamente despercebido na época, mas logo se tornaria um dos fundamentos do movimento que mais tarde seria conhecido como Iluminismo. Nele, Kant aborda suas ideias sobre a metafísica e a necessidade de estabelecer elementos abstratos e racionais como base do conhecimento científico. Kant teria influenciado inúmeras correntes com esta obra, que o levariam como exemplo a seguir ou a elaborar posicionamentos superados. Morreu no início do século XIX, em 1804, na mesma cidade de seu nascimento, aos 79 anos de idade.

> Proximo >>>

Buscador