História de Ave Fênix

Expressa a ressurreição assim como a imortalidade e a luta pela superação. A Ave Fênix é um guerreiro, ícone de inspiração.

As primeiras referências ao mito da Fênix são encontradas no Egito Antigo. Posteriormente, sua história surgiu na Grécia Antiga nas obras de Hesíodo e Heródoto. Com o passar do tempo, a história foi adaptando-se às diversas tradições culturais e religiosas. Atualmente, a legenda da Ave Fénix é uma fonte de inspiração para enfrentar novos desafios após uma amarga derrota.

Um símbolo universal relacionado à imortalidade, à ressurreição e à capacidade de superação

De acordo com a versão cristã desta legenda, a Fênix nasceu no Éden, embaixo da árvore do bem e do mal, junto a um arbusto de rosas. Destaca-se por sua bela plumagem e lindo canto.

Além da sua beleza, dispunha de princípios nobres e por este motivo foi o único ser que não quis provar os frutos proibidos da árvore sagrada. Assim, quando Adão e Eva foram expulsos do Éden uma faísca da espada de fogo de um querubim caiu no ninho da Fênix, desta maneira, a ave queimou imediatamente e foi destruída. No entanto, a partir de suas próprias cinzas voltou a renascer com a mesma plumagem e seu canto incomparável.

A imortalidade foi o obséquio que recebeu por sua fidelidade ao mandato divino. Do mesmo modo, foi recompensada com três grandes qualidades: o verdadeiro conhecimento, capacidade de cura de suas lágrimas e uma fortaleza incrível.

A Ave Fênix do ponto de vista cultural

- Na mitologia do Egito Antigo, a Fênix é uma ave conhecido como Bennu, um pássaro que simboliza as cheias do rio Nilo.

- Os gregos da antiguidade denominaram a Fênix como Phoenicoperos, que significa literalmente asas vermelhas.

- Na tradição cristã a história da Fénix simboliza a ressurreição de Cristo e, paralelamente, o fogo destrutivo representa a ideia de purificação.

- Na cultura mexicana a imagem da Fênix aparece com frequência associada ao Deus Quetzalcóatl.

- A cidade de Fênix é capital do estado do Arizona, assim como seu nome e sua bandeira está inspirada precisamente na história mitológica.

Na psicologia atual

A lenda do pássaro que renascia das suas próprias cinzas é utilizada para lembrar a importância da resiliência, ou seja, a capacidade para superar a adversidade e enfrentar qualquer tipo de desafio pessoal.

Todas as pessoas experimentam o fracasso e a decepção em algum momento de suas vidas. Diante desta situação existem duas estratégias possíveis: cair no derrotismo e as lamentações ou, pelo contrário, iniciar um novo rumo com mais força e determinação.

O mito da Fênix nos faz lembrar que nenhuma derrota é definitiva e que em nosso interior há uma força para reinventar-nos e iniciar novos projetos.

Imagem: Fotolia. natareal

> Proximo >>>

Buscador